Mensagem da Semana

Caminhando para Belém

Com a Família Sagrada, somos chamados a uma viagem até Belém. Ouvimos o chamado, aceitamos o convite. Dissemos nosso "SIM"!

Por este consentimento nos movemos até eles e trazemos até nós, nosso tempo e nossas circunstâncias, a força de sustentação que  os mantiveram no caminho até o ponto de chegada: a esperança e a fidelidade ao Plano de Deus!

Maria estava grávida, quando o imperador César Augusto publicou um decreto, ordenando que todas as pessoas deveriam apresentar-se, cada qual em sua terra natal. Como José era descendente de Davi, ele e Maria foram de Nazaré até Belém, para fazer o recenseamento. Maria e José atravessaram praticamente toda a Palestina. Foi uma viagem de mais ou menos 120 km.

 José, sempre atencioso e cheio de cuidados com ela, levantou cedo. Arrumou uma sacola com roupas e panos. Depois preparou o burrico. Providenciou alguma coisa para se alimentarem na estrada. Só então chamou Maria: – “Acorda, Maria! Já está tudo preparado. Vamos ter uma longa viagem!”. Maria olhou com ternura para José. Em seu rosto, ela pôde ver a sua preocupação. Ambos sabiam que teriam pela frente uma enorme tarefa e um grande desafio. Maria viajou montada no burrico. Andaram horas e horas, numa estrada cheia de pedras, poeira,  curvas e buracos.

 Maria sentia desconforto e cansaço. A barriga doía com o sacolejo do animal. Viajaram quase quatro dias. Quando de longe avistou a cidade de Belém, José disse: – “Olha, Maria! Estamos perto...”. Maria parou o burrico, desceu, respirou fundo, olhou para José e disse: – “Graças a Deus, estamos chegando!”. José a  abraçou e falou com carinho: – “Coragem, força e ânimo, Maria, estamos chegando!”.

E nós, o quanto estamos dispostos para enfrentar os desafios que se colocam à nossa frente impedindo-nos, ou dificultando que façamos uma bela viagem rumo à celebração do Natal do Senhor, a tudo superando: a acomodação, a preguiça, o desânimo, os horários, as distâncias... Seguindo José e Maria, movidos pela esperança e fidelidade ao Plano de Deus cheguemos à Manjedoura do coração e possamos dizer: "Graças a Deus, estamos chegando para o encontro com Jesus, o Emanuel, o Deus conosco!  Aleluia! Glória a Deus nas maiores alturas e paz na terra!

 

luciliaLucília Alves Cunha

Ultimas Notícias

Povo Karipuna: "Nossa defesa é nossa união"

Cristiane Murray - Cidade do Vaticano

Simone pertence ao povo Karipuna que habita as Terras Indígenas Uaçá, Juminã e Galibi, no Oiapoque (AP).

Dom Leonardo abençoa refeição depois do fim da greve

Brasília

Militantes do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) encerraram a greve de fome que durou 10 dias.

Campanha Natal Sem Fome arrecada 132 kilos de alimentos na sede da CNBB

A CNBB contabilizou e registrou a doação de 11 cestas básicas, o equivalente a 132 kilos de alimento destinados à Campanha Natal Sem Fome organizada pela Ação da Cidadania em Brasília. A iniciativa instalou pontos de coleta em locais da capital federal para arrecadar alimentos não perecíveis.

Voz da Amazônia, um projeto da Repam-Brasil que busca escutar os povos da Amazônia

O projeto Voz da Amazônia nasce da convivência da Equipe de Comunicação da Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam-Brasil) com os povos que vivem na região amazônica, no decorrer de 2016/2017, durante os 15 Seminários da Laudato Sì e Repam que foram realizados na Amazônia Legal

revista_alavanca1.jpg

Revista ALAVANCA

A Revista Alavanca, órgão de comunicação do Movimento de Cursilhos de Cristandade do Brasil, é uma publicação trimestral voltada à informação e à formação dos Cursilhistas e dos Responsáveis do MCC.

Eventos