Estatuto Social

Celam cria comissão para acompanhar a situação social e política da Venezuela

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

O Bispo auxiliar de Morelia, México, Dom Juan Espinoza, Secretário-Geral do Celam, Conselho Episcopal latino-americano, informa numa nota, enviada à Agência Fides, que este organismo fará uma declaração sobre a degeneração dos direitos humanos na Venezuela e que foi criada uma comissão para estudar o que está acontecendo nesse país.

A declaração sublinha a situação grave que o país sul-americano está vivendo, onde a repressão dos protestos da oposição causou mais de quarenta mortos. Os manifestantes foram à sede da Conferência Episcopal da Venezuela para pedir o apoio da Igreja para por fim à violência da parte das forças do Estado. Conflito

A Comissão que acompanhará a situação na Venezuela será presidida pelo Arcebispo de Manágua, Nicarágua, Cardeal Leopoldo Brenes. Fazem parte também da comissão o Bispo de Cumana, Venezuela, Dom Diego Rafael Padrón, o Bispo auxiliar de Medellín, Colômbia, Dom Elkin Fernando Álvarez, o Arcebispo de Assunção, Paraguai, Dom Edmundo Valenzuela, e Elvy Monzat, do Departamento Justiça e Paz do CELAM.

Fonte: Rádio Vaticano