Estatuto Social

Prêmios de Comunicação da CNBB para diversas categorias continuam com inscrições abertas

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Todos as pessoas que tiverem realizados trabalhos de comunicação – católicas ou não – no campo do Cinema, da TV, do Rádio, da Imprensa e da Internet nos quais fiquem evidenciados valores humanos e cristãos estão convidados a se inscreverem nos “Prêmios de Comunicação” da CNBB que chega à sua 51ª edição.

O processo de inscrição, desta vez, é todo online. Pode-se acessar o hotsite dos prêmios clicando o banner sobre os prêmios que se encontra na parte de baixo, à direita, do site oficial da Conferência.

O interessado pode ainda acessar diretamente no seguinte endereço: http://premioscomunicacao.cnbb.org.br/

O processo

A CNBB premia os autores dos trabalhos. Quando se tratar de uma equipe, naturalmente, esta equipe deve eleger quem a representa junto aos jurados da Conferência. Há possibilidade de se inscrever em alguma categoria dos seguintes prêmios:

Prêmio Margarida de Prata (Cinema): curta e longa metragem.

Prêmio Microfone de Prata (Rádio): religioso, jornalístico e entretenimento.

Prêmio Dom Hélder Câmara (Imprensa): Jornal e Rádio.

Prêmio Clara de Assis (TV): reportagem e documentário.

Prêmio Dom Luciano Mendes de Almeida (Internet): Portal, sites e blog, iniciativas em redes sociais e aplicativos.

Para se inscrever num desses prêmios, a pessoa deve seguir os seguintes passos:

  1. Acessar o hotsite
  2. Ler com atenção o Edital/Regulamento
  3. Clicar em “aceito” para que seja formal a sua adesão ao processo considerando a liberação de direitos de imagem (no âmbito da realização do processo) e o comprometimento em participar de todas as fases do processo.
  4. Preencher a ficha da inscrição
  5. Fazer o upload do trabalho ou indicar o seu link.

Depois do encerramento das inscrições, em 31 de janeiro de 2018, inicia-se a fase do júri dos especialistas. Cada candidatura será avaliada por professores universitários de cada área: Cinema (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), Rádio ( Signis Brasil e Rede Católica de Rádio), Imprensa (Universidade Católica de Brasília), TV (Pontifícia Universidade Católica de Goiás) e Internet (Universidade Católica de Salvador). Nesta fase se observa, com mais precisão, os aspectos técnicos dos trabalhos apresentados.

Em seguida, os especialistas enviam três indicações para um júri composto exclusivamente por bispos. Os bispos, por sua vez, escolhem os vencedores de todas as categorias. Nesta última fase, os bispos consideram, com maior ênfase, o quanto o trabalho coincide com os critérios de destaques de valores humanos e cristãos estão presentes.

Menção Honrosa

Os bispos aprovaram a realização de uma experiência, entre maio e junho de 2018, na qual serão divulgados os três finalistas dos prêmios indicados pelos especialistas e por meio de uma votação na internet serão oferecidos aos trabalhos mais votados uma menção honrosa. Deste modo, os bispos favorecem uma significativa participação popular no processo. Esta experiência será avaliada e, posteriormente considerada se poderá ou não permanecer como um procedimento oficial do processo dos Prêmios de Comunicação da CNBB.

Foto: Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), cerimônia de entrega dos prêmios 2017

Fonte: CNBB