Estatuto Social

Abertura de reunião do Conselho Permanente da CNBB sob a proteção de Aparecida

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Membros do Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) estão reunidos na sede da entidade, em Brasília (DF). O encontro teve início na terça, 20, pela manhã, e prosseguirá até a quinta-feira, dia 22.

A abertura foi feita diante do monumento em homenagem aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, instalado no gramado da CNBB. Os bispos clamaram a Deus e a proteção da Mãe Aparecida, diante de tantas incertezas, corrupção e injustiças. Eles pediram que a misericórdia do Pai se derrame sobre o povo brasileiro.

O assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia, frei Faustino Paludo, conduziu a procissão.

“Olhando para imagem de Nossa Senhora pensamos no Brasil, na realidade, no momento em que vivemos. Que repercuta em nós a palavra de Maria ‘fazei tudo o que ele vos disser’. O povo brasileiro não tem mais vinho, isto é, no meio dessa corrupção, tantas realidades nos tiram a autoestima e a grandeza de viver”, destacou o frei.

Abertura de reunião do Conselho Permanente da CNBB sob a proteção de AparecidaLogo após a bênção, os bispos seguiram em procissão até o auditório da entidade, onde o arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, deu a benção e abriu os trabalhos.

“Nós somos um povo que caminha unidos, rezando juntos, mas também juntos dispostos a cumprir a palavra de Nossa Senhora ‘faça tudo que Jesus vos disser’. Nós sabemos que ainda tem muita água para ser transformada em vinho e sabemos que isso ocorre pela graça de Deus, mas assim como Jesus contou com a colaboração das pessoas em Caná. Certamente, Ele conta conosco para que as situações que aí estão sejam transformadas que nós tenhamos um vinho da justiça, da paz, da alegria e da vida do nosso povo brasileiro”, finalizou o cardeal.

Participam deste Conselho a presidência da CNBB: o arcebispo de Brasília e presidente da entidade, cardeal Sergio da Rocha, o arcebispo de Salvador (BA) e vice-presidente, dom Murilo Sebastião Krieger, e o bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral, dom Leonardo Steiner; os presidentes das Comissões Episcopais Pastorais e os presidentes dos 18 regionais da entidade.

Logo no início da manhã, os bispos discutiram e aprovaram a pauta de trabalho, que conta com assuntos diversos. No decorrer do encontro, os bispos irão tratar do tema central da 56ª Assembleia Geral da CNBB; Sínodo dos bispos que abordará os jovens e o discernimento vocacional; a 4ª Semana de Catequese e a 1ª Semana de iniciação à Vida Cristã; Ano do Laicato; Encaminhamento do texto da 55ª Assembleia Geral, entre outros assuntos.

Fonte: CNBB