Estatuto Social

Pe. Spadaro: este pontificado é mais de semeadura que de colheita

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cidade do Vaticano (RV) - “Devemos viver o presente, sem antecipar as surpresas de Deus que são imprevisíveis”: disse o diretor da revista “La Civiltà Cattólica”, Pe. Antonio Spadaro, falando esta quinta-feira (23/03) em Roma, na Pontifícia Universidade Lateranense, no Festival internacional da criatividade na gestão pastoral, evocando a importância do discernimento que “significa encontrar a vontade de Deus no presente”.

Segundo o diretor da prestigiosa revista jesuíta, “não se pode anunciar o Evangelho de maneira abstrata, mas nas dinâmicas históricas”. E é isso que o Papa Francisco exorta, convidando “os pastores a viver na vida das pessoas”.

“Também o Papa discerne a cada momento, se dá conta das dinâmicas que são vividas e muda consequentemente”, observou Pe. Spadaro. O papado de Francisco “se desenvolve nos processos históricos: inclusive a reforma da Cúria é um processo, e os processos para ser profundos requerem tempo”.

O pontificado de Francisco “é um pontificado mais de semeadura do que de colheita” e será julgado “mais pela semente” do que pelos frutos, precisou o religioso jesuíta. (Sir / RL)

Fonte: Rádio Vaticano