Estatuto Social

Morre o arcebispo emérito de Juiz de Fora (MG)

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Dom Clóvis teve complicações pulmonares

Faleceu na tarde desta terça-feira, 04 de abril, o arcebispo emérito de Juiz de Fora (MG), dom Clóvis Frainer. Segundo informações da Província dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul, o bispo faleceu em consequência de complicações pulmonares e falência de outros órgãos. 

O corpo de dom Clóvis está sendo velado na tarde desta terça-feira, na Capela da Casa São Frei Pio, junto ao Convento dos Capuchinhos, em Caxias do Sul (RS). A missa e orações de despedida terão lugar na Matriz Imaculada Conceição, na quarta-feira, 05, às 16h. O sepultamento acontecerá no Memorial dos Capuchinhos de Caxias do Sul, junto ao Convento dos Capuchinhos.

Trajetória 

Em 1978, dom Clóvis, foi eleito primeiro bispo da recém-criada Prelazia de Coxim (MS) onde tomou posse no dia 14 de maio. Em 05 de janeiro de 1985 foi transferido para Manaus (AM) como arcebispo metropolitano, nomeado pelo papa João Paulo II, onde tomou posse no dia 31 de março. Em 22 de maio de 1991, foi nomeado arcebispo de Juiz de Fora (MG) com a tomada de posse em 15 de agosto. Atuou na arquidiocese até 28 de novembro de 2001, quando da publicação oficial da renúncia. Após 24 anos de múnus episcopal, tornou-se arcebispo emérito.

 Com informações da Província dos Capuchinhos do Rio Grande do Sul

Fonte: CNBB