Estatuto Social

Por uma Europa que saiba salvar, acolher e integrar

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cidade do Vaticano (RV) – Desembarcam nesta terça-feira (04/07) no aeroporto de Fiumicino (Roma) outros 52 refugiados beneficiados pelo projeto ecumênico promovido pela Comunidade de Santo Egídio e as Igrejas protestantes italianas.

Com este novo grupo, chegam a 850, ou seja, a cota proposta pelo projeto no âmbito da solidariedade europeia.

O projeto dos ‘corredores humanitários’ trouxe da Síria, desde fevereiro de 2016, famílias (com muitos menores de idade) que ingressam na Itália de forma segura e legal, autorizadas pelos Ministérios do Exterior e Interior.

Este esforço crescente da sociedade civil demonstra que é possível um modelo alternativo para acolher e integrar homens e mulheres que seriam potenciais alvos de tráfico humano. O projeto é inteiramente autofinanciado com a generosidade de doadores italianos.

É um modelo replicável. Quinta-feira, 5 de julho, está prevista no aeroporto Charles de Gaulle de Paris a primeira chegada de corredores humanitários franceses. 

Fonte: Rádio Vaticano