Estatuto Social

Hóstia sem glúten: celíacos podem comungar?

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cidade do Vaticano (RV) – A publicação de uma carta-circular a respeito do pão e do vinho da Eucaristia gerou um debate sobre como os celíacos podem comungar.

A carta foi publicada sábado passado pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos aos Bispos diocesanos, a pedido do Papa Francisco.

A Congregação recorda que o pão deve ser ázimo, unicamente feito de trigo. “É um abuso grave introduzir, na fabricação do pão para a Eucaristia, outras substâncias como frutas, açúcar ou mel. Já as hóstias completamente sem glúten são inválidas.” Os fiéis se perguntam: como fazem os celíacos para comungar?

Quem responde é o Padre Fábio de Freitas Guimarães, oficial da Congregação para o Clero: 

Pe. Fábio explica que a intenção do documento é alertar quanto à qualidade das hóstias sem glúten, porque na maioria dos casos – “senão na totalidade” – essas hóstias contêm outras substâncias que não são trigo e água – as únicas permitidas.

“O texto não fala do direito ou não dos celíacos de comungar, mas chama a atenção para o produto que se compra.”

O oficial da Congregação para o Clero adverte que quando um produto traz o rótulo “sem glúten”, pode significar uma alteração do mesmo, com a introdução de cereais, bactérias e levedos que não são aceitos.

Mas recorda que é possível diminuir a quantidade de glúten numa hóstia, o que permite que os celíacos comunguem. Caso contrário, Pe. Fábio de Freitas sugere que comunguem com o vinho.

Fonte: Rádio Vaticano