Estatuto Social

Europa recorda vítimas do comunismo e nazismo

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Tallinn (RV) – Diversas atividades marcarão a celebração do Dia Europeu em Memória das Vítimas dos Regimes Comunista e Nazista, que terão lugar em Tallinn, capital da Estônia, no dia 23 de agosto.

Tomarão parte, entre outros, os Ministros europeus da Justiça e representantes de Associações das vítimas do totalitarismo, assim como representantes de instituições e organizações estatais e privadas que estudam os crimes dos regimes totalitários e recordam suas vítimas.

Segundo o comunicado oficial divulgado pelo Ministério da Justiça da Estônia – o país ocupa a presidência de turno do Conselho dos Ministros da União Europeia – o dia será aberto com uma reunião dos Ministros da Justiça dos países EU para discutir, entre outros, a “criação de um organismo transnacional para investigar crimes cometidos pelos regimes comunistas e crimes de pessoas sobreviventes, culpadas de crimes não sujeitos a prescrição”, em continuidade com o que já foi tratado em Tallinn no Dia europeu de 2015.

A iniciativa nasce da Plataforma Europeia para a Memória e a Consciência (PEMC), fundada em 2011 por desejo do Parlamento Europeu.

Em 23 de agosto, após a reunião, terá lugar ao meio-dia uma cerimônia com a colocação de uma coroa comemorativa na Coluna da Vitória da guerra da independência, na Praça da Liberdade em Tallinn, ato que será seguido pelos discursos dos Ministros da Justiça.

Também haverá um momento de oração conduzido por Dom Urmas Viilma, Arcebispo da Igreja Evangélica Luterana da Estônia.

Na parte da tarde será proferida a conferência “A herança dos crimes dos regimes comunistas na Europa do século XXI” pelo membro do Parlamento Europeu Tunne Kelam, docentes e estudiosos de diversas proveniências.

A inauguração da mostra “A era do comunismo” no Museu marinho de Tallinn concluirá as atividades do Dia Europeu em Memória das Vítimas dos Regimes Comunista e Nazista. (JE)

Fonte: Rádio Vaticano