Estatuto Social

Bispos hondurenhos apresentam ao Papa realidade da Igreja local

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cidade do Vaticano (RV) - Teve início esta segunda-feira (04/09) no Vaticano a quinquenal visita ‘ad Limina Apostolorum’ dos 11 bispos de Honduras que tiveram o primeiro encontro com o Papa.

Para o arcebispo de Tegucigalpa, Cardeal Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, tratou-se de um encontro no qual Francisco quis conhecer através do prelados a realidade da Igreja hondurenha. Um encontro muito cordial que marca um novo estilo das visitas ‘ad Limina’, afirmou o purpurado em entrevista concedida à Rádio Vaticano:

Cardeal Maradiaga:- “Antes, cada bispo falava pessoalmente alguns minutos com o Santo Padre. Desta vez, ao invés, todos os 11 tivemos um colóquio fraterno, belo, sobre a realidade da nossa Igreja. Cada bispo falou não somente da sua diocese, mas também de toda a Igreja. Há muitos sinais positivos em nossa Igreja desde a última visita que fizemos ao Papa Bento XVI em 2008. Desde então houve um grande crescimento na vida da Igreja; foram criadas três novas dioceses. Isso significa que houve um grande desenvolvimento na Igreja; cresceu também o número de seminaristas. Nos dois seminários existentes no país há atualmente mais de 200 seminaristas. Também a participação do laicato aumentou. Recentemente recebemos a visita da relíquia do Santo Sudário. Foi um evento nacional que comoveu o povo. Muitos peregrinos visitaram as sedes onde o Sudário foi exposto: em São Pedro Sula, a segunda cidade, e em Tegucigalpa, na Basílica de Nossa Senhora de Suyapa. O número de visitantes foi igual ao dos peregrinos que participam da festa de Nossa Senhora.” (RL)

Fonte: Rádio Vaticano.