Estatuto Social

México: terremotos danificaram ou destruíram mais de 5 mil escolas

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cidade do México (RV) – Quase 5.100 escolas foram danificadas ou destruídas no México com os dois terremotos que fizeram algumas regiões do país tremer nos dias 8 e 19 de setembro, ameaçando o acesso à educação, advertiu o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Nas áreas afetadas pelos sismos vivem cerca de 7 milhões de crianças.

“Estamos profundamente preocupados pelos danos substanciais sofridos pelas escolas nas comunidades mais duramente atingidas e pelo impacto que isto poderia ter nas crianças”, declarou Christian Skoog, Representante do UNICEF no México.

“É essencial – continuou ele - encontrar soluções urgentes para fazê-las voltar o mais rapidamente possível às salas de aula, quer para assegurar a elas o futuro como para contribuir para que seja retomado um sentido de normalidade em suas vidas, depois destas experiência traumáticas”.

O UNICEF está trabalhando com seus parceiros nas regiões atingidas pelo terremoto para construir escolas temporárias, promover linhas mestras para a segurança escolar, preparar os professores  para dar apoio psicossocial e distribuir material educativo e um kit para o desenvolvimento da primeira infância aos professores e educadores.

O UNICEF, ademais, procura dar uma resposta satisfatória às necessidades mais urgentes de saúde e proteção das crianças atingidas, como a construção de espaços onde as crianças possam brincar, a divulgação de informações sobre como proteger as crianças durante um terremoto e como evitar a separação acidental das famílias, a distribuição de um kit básico para a higiene, cobertas, roupas impermeáveis e barracas, além do fornecimento de água potável e banheiros químicos nos abrigos temporários que acolhem os desabrigados.

O UNICEF lançou uma campanha para recolher 6 milhões de dólares em apoio aos atingidos pelos terremotos no México.

Fonte: Rádio Vaticano