Estatuto Social

Dubai: Igreja em saída

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Dubai (RV*) - O Papa Francisco, desde o início de seu pontificado, insiste que a Igreja deve estar sempre em saída, incluir o migrante e exercer a misericórdia.

O grupo "Samaritanos" da Igreja Santa Maria, em Dubai, é seu braço pastoral, cuja finalidade é ser a ponte sobre a qual transitam a solidariedade, a inclusão e espírito cristão. Sua ação está presente junto aos presos, desempregados, no treinamento básico para o exercício de diversas profissões, orientação jurídica e ensino na língua árabe.

No dia 23 de setembro, os “Samaritanos”, sob o slogan, “Salam Dubai” (Paz para Dubai), protagonizaram a iniciativa única organizando um dia de diversão com direito a dança, competição de boliche, comida e bebida para mais de 550 trabalhadores humildes de 36 companhias. Com participação de mais de 150 voluntários da Igreja Santa Maria propiciou a oportunidade excepcional aos trabalhadores de salário baixo de encontrar amigos, confraternizar-se e se sentirem valorizados, pessoas humanas. “Foi o melhor dia nesse país", testemunhou um trabalhador no setor da limpeza que, como todos os demais, teria passado o dia livre, recluso nas acomodações das empresas.

Quando o dia estava para terminar, cada participante voltou para a acomodação com uma “bolsa abençoada", contendo arroz, óleo de oliva, comida enlatada, material de higiene, entre outros itens.

Com a Iniciativa "Salam Dubai" e o programa de ação solidária, a Igreja marca presença junto aos trabalhadores, indicando que ela está com eles.

Eles suam sob o sol escaldante, construindo viadutos, estradas, arranha-céus, parques e mantendo a cidade limpa. Um momento de diversão acorda um sorriso em seus rostos queimados. “Uma iniciativa como essa, organizada por uma igreja, deveria aquecer nossos corações e merece aplausos. Ela mostra que nós nos preocupamos com os trabalhadores e pensamos neles como comunidade. Servir a pessoa é servir a Deus," escreveu o editor do jornal Khaleej Times, Kelly Clarke.

*Missionário Pe. Olmes Milani, de Dubai para a Rádio Vaticano

Fonte: Rádio Vaticano