Estatuto Social

Um brasileiro entre Prêmios Nobel: a Pontifícia Academia das Ciências

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cidade do Vaticano (RV) – Prêmios Nobel e cargos vitalícios: assim funciona a Pontifícia Academia das Ciências.

As origens dessa Academia remontam ao ano de 1603, quando foi criada sob o pontificado do Papa Clemente VIII pelo príncipe romano Federico Cesi. O primeiro presidente da Academia foi célebre Galileo Galilei.

Séculos depois, em 1972, foi eleito presidente pela primeira vez um leigo: o brasileiro Carlos Chagas, que ficou à frente da instituição até 1988.

O Brasil ficou sem representantes até 2012, quando Bento XVI nomeou membro da Academia o Professor da USP Vandelei Bagnato. Há cinco anos na Instituição, Bagnato tem uma nova tarefa.

Fonte: Rádio Vaticano