Estatuto Social

Terça - Feira, 25 de Agosto de 2015 - 3ª-feira da 21ª Semana Tempo Comum

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cor: Verde

Leituras do Dia


1ª Leitura - 1Ts 2,1-8
Salmo - Sl 138 (139),1-3. 4-6 (R. 1)
Evangelho - Mt 23,23-26
Reflexão - Mt 23, 23-26

1ª Leitura - 1Ts 2,1-8

Desejávamos dar-vos não somente o evangelho de Deus,
mas até, a própria vida. 1Bem sabeis, irmãos,
que nossa vinda até vós não foi em vão.
2Apesar de maltratados e ultrajados em Filipos,
como sabeis, encontramos em Deus a coragem
de vos anunciar o evangelho, em meio a grandes lutas.
3A nossa exortação não se baseia no erro,
na ambigüidade ou no desejo de enganar.
4Ao contrário, uma vez que Deus
nos achou dignos para que nos confiasse o evangelho,
falamos não para agradar aos homens, mas a Deus,
que examina os nossos corações.
5Bem sabeis que nunca usamos palavras de adulação,
nem procedemos movidos por disfarçada ganância.
Deus é testemunha disso.
6E também não procuramos elogios humanos,
nem da parte de vós, nem de outros,
7embora pudéssemos fazer valer
a nossa autoridade de apóstolos de Cristo.
Foi com muita ternura que nos apresentamos a vós,
como uma mãe que acalenta os seus filhinhos.
8Tanto bem vos queríamos,
que desejávamos dar-vos não somente o evangelho de Deus,
mas até, a própria vida;
a tal ponto chegou a nossa afeição por vós.
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 138 (139),1-3. 4-6 (R. 1)

1Senhor, vós me sondais e conheceis, *
2sabeis quando me sento ou me levanto;
de longe penetrais meus pensamentos, +
3percebeis quando me deito e quando eu ando, *
os meus caminhos vos são todos conhecidos.R.

4A palavra nem chegou à minha língua, *
e já, Senhor, a conheceis inteiramente.
5Por detrás e pela frente me envolveis; *
pusestes sobre mim a vossa mão.
6Esta Verdade é por demais maravilhosa, *
é tão sublime que não posso compreendê-la.R.

Evangelho - Mt 23,23-26

Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo. Naquele tempo, disse Jesus:
23Ai de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas!
Vós pagais o dízimo da hortelã, da erva-doce e do cominho,
e deixais de lado os ensinamentos mais importantes da Lei,
como a justiça, a misericórdia e a fidelidade.
Vós deveríeis praticar isto, sem contudo deixar aquilo.
24Guias cegos!
Vós filtrais o mosquito, mas engolis o camelo.
25Aí de vós, mestres da Lei e fariseus hipócritas!
Vós limpais o copo e o prato por fora,
mas, por dentro, estais cheios de roubo e cobiça.
26Fariseu cego!
Limpa primeiro o copo por dentro,
para que também por fora fique limpo.
Palavra da Salvação.

Reflexão - Mt 23, 23-26

O Evangelho de hoje é a continuação do de ontem, de modo que a nossa reflexão também é uma continuidade da de ontem. Um dos meios através dos quais tornamos a nossa religião superficial e unilateral é o formalismo religioso, que faz com que sejamos capazes de cumprir até mesmo os menores preceitos, mas tiram da nossa vida o mais importante que são os ensinamentos fundamentais para a nossa vida como a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Ser verdadeiramente cristão significa ser capaz de viver os valores do Reino e não simplesmente o cumprimento de rituais e a capacidade de falar coisas bonitas e poéticas a respeito de Deus.

Fonte: CNBB