Estatuto Social

Sexta - Feira, 16 de Outubro de 2015 - 6ª-feira da 28ª Semana Tempo Comum

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cor: Verde

Leituras do Dia


1ª Leitura - Rm 4,1-8
Salmo - Sl 31,1-2. 5. 11 (R. Cf. 7)
Evangelho - Lc 12,1-7
Reflexão - Lc 12, 1-7

1ª Leitura - Rm 4,1-8

Irmóos:
1Que vantagem diremos ter obtido Abraão,
nosso pai segundo a carne?
2Pois se Abraóo se tornou justo em virtude das obras,
está aí seu motivo de glória...
mas nóo perante Deus!
3Com efeito, o que diz a Escritura?
"Abraão creu em Deus,
e isso lhe foi creditado como justiça".
4Ora, para quem faz um trabalho,
o salário nóo é creditado como um presente gratuito,
mas como uma dívida.
5Porém, para a pessoa que, em vez de fazer um trabalho,
crê naquele que torna justo o ímpio,
a sua fé lhe é creditada como atestado de justiça.
6É assim que Davi declara feliz o homem
a quem Deus credita a justiça
independentemente das obras:
7"Felizes aqueles cujas transgressões foram remidas
e cujos pecados foram perdoados;
8feliz o homem do qual Deus nóo leva em conta o pecado."
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 31,1-2. 5. 11 (R. Cf. 7)

eu canto bem alto a vossa salvaçóo.
1Feliz o homem que foi perdoado*
e cuja falta já foi encoberta!
2Feliz o homem a quem o Senhor
nóo olha mais como sendo culpado,*
e em cuja alma nóo há falsidade!R.

5Eu confessei, afinal, meu pecado,*
e minha falta vos fiz conhecer.
Disse: "Eu irei confessar meu pecado!"*
E perdoastes, Senhor, minha falta.R.

11Regozijai-vos, ó justos, em Deus,
e no Senhor exultai de alegria!*
Coraçðes retos, cantai jubilosos!R.

Evangelho - Lc 12,1-7

Os cabelos de vossa cabeça estão todos contados. Naquele tempo:
1Milhares de pessoas se reuniram,
a ponto de uns pisarem os outros.
Jesus começou a falar, primeiro a seus discípulos:
"Tomai cuidado com o fermento dos fariseus,
que é a hipocrisia.
2Não há nada de escondido, que não venha a ser revelado,
e não há nada de oculto que não venha a ser conhecido.
3Portanto, tudo o que tiverdes dito na escuridão,
será ouvido à luz do dia;
e o que tiverdes pronunciado ao pé do ouvido, no quarto,
será proclamado sobre os telhados.
4Pois bem, meus amigos, eu vos digo:
não tenhais medo daqueles que matam o corpo,
não podendo fazer mais do que isto.
5Vou mostrar-vos a quem deveis temer:
temei aquele que, depois de tirar a vida,
tem o poder de lançar-vos no inferno.
Sim, eu vos digo, a este temei.
6Não se vendem cinco pardais por uma pequena quantia?
No entanto, nenhum deles é esquecido por Deus.
7Até mesmo os cabelos de vossa cabeça estão todos contados.
Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.
Palavra da Salvação.

Reflexão - Lc 12, 1-7

As autoridades religiosas do tempo de Jesus eram autoridades poderosas e opressoras, que se valiam da ocupação romana e dos privilégios obtidos por ela para oprimir o povo, de modo que o povo era duplamente oprimido: pelos romanos e pelo poder religioso instituído. A religião realizava exatamente o contrário daquilo que o próprio Deus queria. Quando Jesus fala que devemos ter cuidado com o fermento dos fariseus, ele nos diz também que devemos nos preocupar para não sermos contaminados pela hipocrisia, pela sede de poder e pela busca de privilégios pessoais, para que também nós não façamos da nossa religião um meio de opressão, mas sim subamos em cima dos telhados e denunciemos todos os falsos valores da vivência religiosa.

Fonte: CNBB