Estatuto Social

Segunda - Feira, 14 de Dezembro de 2015 - 2ª FEIRA da 3ª SEMANA Advento

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Cor: Branco

Leituras do Dia


1ª Leitura - Nm 24,2-7.15-17a
Salmo - Sl 24 (25), 4bc-5ab. 6-7bc. 8-9 (R. 4b)
Evangelho - Mt 21,23-27
Reflexão - Mt 21, 23-27

1ª Leitura - Nm 24,2-7.15-17a

Uma estrela sai de Jacó. Naqueles dias:
2Balaão levantou os olhos
e viu Israel acampado por tribos.
O espírito de Deus veio sobre ele,
3e Balaão pronunciou seu poema:
"Oráculo de Balaão, filho de Beor,
oráculo do homem que tem os olhos abertos;
4oráculo daquele que ouve as palavras de Deus,
que vê o que o Poderoso lhe faz ver,
que cai, e seus olhos se abrem.
5Como são belas as tuas tendas, ó Jacó,
e as tuas moradas, ó Israel!
6Elas se estendem como vales,
como jardins ao longo de um rio,
como aloés que o Senhor plantou,
como cedros junto das águas.
7A água transborda de seus cântaros,
e sua semente é ricamente regada.
Seu rei é mais poderoso do que Agag,
seu reino está em ascensão".
15E Balaão continuou pronunciando o seu poema:
"Oráculo de Balaão, filho de Beor,
oráculo do homem que tem os olhos abertos,
16oráculo daquele que ouve as palavras de Deus,
e conhece os pensamentos do Altíssimo,
que vê o que o Poderoso lhe faz ver,
que cai, e seus olhos se abrem.
17aEu o vejo, mas não agora;
e o contemplo, mas não de perto.
Uma estrela sai de Jacó,
e um cetro se levanta de Israel".
Palavra do Senhor.

Salmo - Sl 24 (25), 4bc-5ab. 6-7bc. 8-9 (R. 4b)


4bMostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos,*
4ce fazei-me conhecer a vossa estrada!
5aVossa verdade me oriente e me conduza,*
5bporque sois o Deus da minha salvação.R.

6Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura *
e a vossa compaixão que são eternas!
7bDe mim lembrai-vos, porque sois misericórdia*
7ce sois bondade sem limites, ó Senhor!R.

8O Senhor é piedade e retidão,*
e reconduz ao bom caminho os pecadores.
9Ele dirige os humildes na justiça,*
e aos pobres ele ensina o seu caminho.R.

Evangelho - Mt 21,23-27

Donde vinha o batismo de João? Naquele tempo:
23Jesus voltou ao Templo.
Enquanto ensinava, os sumos sacerdotes e os anciãos do povo
aproximaram-se dele e perguntaram:
"Com que autoridade fazes estas coisas?
Quem te deu tal autoridade?"
24Jesus respondeu-lhes:
"Também eu vos farei uma pergunta.
Se vós me responderdes, também eu vos direi
com que autoridade faço estas coisas.
25Donde vinha o batismo de João? Do céu ou dos homens?"
Eles refletiam entre si:
"Se dissermos: "Do céu", ele nos dirá:
"Por que não acreditastes nele?"
26Se dissermos: "Dos homens", temos medo do povo,
pois todos têm João Batista na conta de profeta."
27Eles então responderam a Jesus: "Não sabemos."
Ao que Jesus também respondeu:
"Eu também não vos direi
com que autoridade faço estas coisas.
Palavra da Salvação.

Reflexão - Mt 21, 23-27

A pessoa de João Batista é muito importante na preparação para os tempos messiânicos, pois ele foi enviado como o precursor de Jesus, e quem não acredita em João Batista também não aceita Jesus como sendo o Messias e nem a sua autoridade como Filho de Deus. O povo acreditou em João Batista e por isso acreditou também em Jesus, mas os anciãos do povo não acreditaram em João Batista e, por isso, rejeitaram Jesus. Todo aquele que fica preso apenas em uma religião formal torna-se incapaz de ver a ação de Deus no tempo presente, endurece o próprio coração e não reconhece nem a ação de Deus nem a sua presença no seu dia a dia.

Fonte: CNBB